segunda-feira, agosto 31, 2009

O outro lado

Procuram-se outras alternativas para Portugal...


Ao contrário doutros meios de comunicação social, o Kafe Kultura, decidiu dar cobertura a todas as forças partidárias sem representação na Assembleia da República, assim decidiu enviar hoje um pequeno questionário com 12 questões e pedido de informação a estas – MEP, PCTP/MRPP, MPT, MMS, PH, PPM, PNR, PND, PDA e POUS, ficando desde já excluídos o PS, o PSD, o CDS, a CDU e o BE (por excesso de tempo de antena).


Há quanto tempo existe o vosso partido?

Quais são as vossas maiores aspirações?

Qual é o vosso programa para Portugal?

Classificam-se como de Direita ou de Esquerda?

Como vêem a União Europeia?

Que papel para os imigrantes em Portugal?

Que política de segurança para Portugal?

Que política de regionalização defendem?

Quais são as vossas propostas em termos de Administração Interna, Ambiente, Saúde, Cultura, Emprego, Justiça, Obras Públicas, Transportes e Segurança Social?

O que acham das uniões de facto?

O que pensam dos investimentos megalómanos como o aeroporto de Lisboa e TGV?

Que medidas tomariam face à corrupção?


Nostradamus - As Profecias dos Anos Futuros (1)



Quero deixar uma observação: as profecias foram tiradas de um livro editado em 1985, pode ser que algumas das “Profecias Futuras” já se tenham realizado da forma ou não como foram interpretadas.
As interpretações são feitas por estudiosos de Nostradamus

A catástrofe virá das ilhas

Entre as ilhas haverá um horrível tumulto,
Bem não se ouvirá, mas gritos de guerra:
Tão grande será dos predadores o insulto,
Que se formará uma grande aliança
(Centúria II-100)

Interpretação:
Será de uma ilha (ou de mais ilhas) que nascerá a centelha de uma Guerra. Poderia ser a Inglaterra, Cuba, Japão (ou quem sabe da Coreia)? Os autores dos ataques serão “predadores”, mas sua agressão acabará por encontrar pela frente uma “grande aliança”, ou seja, a união dos povos.

A destruição de Nova York
Vários Profetas citam a destruição da “Cidade Nova” e logo abaixo da interpretação dada por estudiosos eu coloquei a minha interpretação.

A quarenta e cinco graus o céu queimará,
O fogo se aproximará da grande cidade nova:
Num instante a grande chama se espalhará,
Quando os do norte fizerem a experiência.
(Centúria VI-97)

Interpretação:
O fogo cairá sobre a cidade de Nova York, significando o lançamento de um artefacto nuclear, pois “o céu queimará com grande chama”. Assim a metrópole norte-americana ficará destruída.

O ataque às torres gémeas de 11/09/2001 parece claro nesta Centúria. Raciocinando e visualizando o que aconteceu naquele dia: “a quarenta e cinco graus o céu queimará” – as torres eram tão altas que parecia fogo no céu, e o que causou o fogo veio do céu (aviões). “Num instante a grande chama se espalhará” – tudo aconteceu tão rápido que o fogo se espalhou e destruiu tudo sem dar tempo de socorro. “Quando os do norte fizerem a experiência”. Há quem conjecture quem terá realizado o ataque?
Terá sido um ataque ou um embuste?
Os terroristas vieram do norte da cidade de NY, e o ataque com os aviões pode ser considerado uma experiência, porque nunca foi tentado antes.

A fuga do papa


Depois de cinco a igreja será eliminada,
Um fugitivo abandonará o Polaco:
Falsos rumores, boatos de socorro,
Então o chefe a Sé abandonará.
(Centúria X-3)

Interpretação:
Esta profecia refere-se claramente ao papa polaco, João Paulo II, que será abandonado por um “fugitivo”. Isso provocará uma crise que obrigará o pontífice a abandonar a Santa Sé. Não concretizada, Nostradamus também se enganava…

O fim do Vaticano

Bem perto do Tibre, a morte ameaça,
Antes haverá uma grande inundação:
O capitão do navio será preso e expulso.
O castelo e o palácio serão queimados.
(Centúria II-93)

O Pontífice será preso durante uma viagem,
Os preparativos falham, tumulto no clero:
O segundo eleito ausente, seus bens desfeitos,
Seu favorito bastardo será morto.
(Centúria V-15)

Interpretação:
Essas duas quadras parecem referir-se ao mesmo fato: a prisão do papa e a destruição do Vaticano. O rio Tibre atravessa a cidade de Roma e o Vaticano encontra-se a poucos metros do rio. A associação de “capitão do navio” com o para remete evidentemente à barca de São Pedro. O Castelo de Santo Ângelo e o Palácio do Vaticano, ambos muito próximos das margens do Tibre. Nostradamus profetiza assim o fim da Igreja Católica, por meio da ruína de suas principais instituições: a queda do papa e a destruição do seu mais importante santuário, a Basílica de São Pedro, em Roma.

Os grandes falarão de paz

Muitos virão e falarão de paz,
Os monarcas e os senhores das potências:
Mas não haverá o acordo tão cedo.
Porque eles não são mais sábios que os outros.
(Centúria VIII-2 bis)

Interpretação:
“Quando houver muitos homens a falar de paz, será chegado o momento em que a humanidade deverá preparar-se para o pior” é a interpretação de S.F.Garner (obs: isso também está na bíblia e está acontecendo nos dias de hoje). Na década de 30, a Sociedade das Nações continuava a falar de paz, enquanto estava sendo preparado o 2º conflito mundial. E a história parece se repetir nos dias de hoje: a ONU continua a falar de paz, enquanto as super potências se armam até aos dentes.

A grande estrela brilhará

A grande estrela brilhará por sete dias,
E a nuvem fará dois sóis aparecer:
O grande mastim uivará durante toda a noite,
Quando o grande Pontífice mudar de residência.
(Centúria II-41)

Interpretação:
No passado, alguns estudiosos de Nostradamus “viram” nessa quadra “grandes mutações astronómicas”. Em 1984, pensava-se na possibilidade de uma guerra atómica: a grande estrela e a nuvem, como se houvesse dois sóis no céu, parecem uma descrição perfeita para a bomba atómica, chamada desde 1947 de “segundo sol”. Hoje, os místicos vêem no segundo sol, a estrela errante que acompanha Nibiru e seu sistema solar que marca encontro com a Terra de 3.600 anos em 3.600 anos. O “grande mastim” também recebeu interpretações diferentes. Há quem nele identifique o poder da Inglaterra. Será essa a época em que o papa – como foi previsto também por outros videntes – terá de deixar a cidade de Roma.

Ar pestilento

Pelo fogo e pelo ar pestilento
Os frutos as árvores perecerão,
Quando houver abundantes sinais de petróleo (ou a falta dele?)
O Santo Padre não será escutado.
(Presságio 125,julho)

Interpretação:
Esta eu resolvi não colocar a interpretação que havia no livro pois ela cita apenas a poluição. Eu já estou pensando na atual Guerra do Golfo II – EUA x Iraque/2003. “fogo e ar pestilento” podem ser as bombas e armas químicas e biológicas (que ninguém provou se o Iraque as tem ou não as tem) que não podem ser vistas misturadas ao ar. “abundantes sinais de petróleo” que existem no Iraque e Kwait. “o Santo Padre não será escutado”, o papa pediu, e pede, para essa guerra ser evitada e encerrada mas não é ouvido.

O Grande cairá

Antes do conflito o Grande cairá,
O Grande à morte, morte repentina e lamentada:
Nascido imperfeito, ele nadará a maior parte do caminho,
Perto do rio, a terra tingida de sangue.
(Centúria II-57)

Interpretação:
Esse presságio poderia servir para localizar no tempo o momento da explosão do terceiro conflito mundial. Às vésperas de tal acontecimento, catastrófico para a humanidade toda, ocorrerá então a “morte repentina e lamentada”, atingindo “o Grande”. Poderá ser um personagem político de primeiro plano (como o presidente dos EUA, por exemplo) ou então uma figura carismática (como o papa). Muitos chorarão esse luto da humanidade inteira, mas o momento não valerá mais para lamentar a perda apenas de um homem, uma vez que corresponderá ao necrológio para uma grande parcela da população mundial.

sexta-feira, agosto 28, 2009

The 4th Kind, de Olatunde Osunsanmi


Em 1972, foi criada uma escala de medida para encontros com extraterrestres. Quando um OVNI é avistado, ele é denominado de encontro do primeiro grau. Quando a prova é recolhida, ele é conhecido como um encontro do segundo grau. Quando o contacto é feito com extraterrestres, é do terceiro grau. O próximo nível, o rapto, a abdução é o quarto grau. Este encontro foi o mais difícil de documentar ... até agora.

O argumento do filme é de Olatunde Osunsanmi, ex-assistente do realizador Joe Carnahan e acompanha um mistério sem solução, na cidade de Nome, no Alasca (EUA), onde numerosos desaparecimentos aconteceram nos últimos 40 anos. Este filme baseia-se em factos verídicos.

Cidade de Nome, Alasca

Estruturado como nenhum outro filme antes dele, o quarto grau/tipo é um thriller provocador definido na moderna cidade de Nome, no Alasca, onde, misteriosamente, desde 1960, um número desproporcional da população tem sido dada como desaparecidas a cada ano. Apesar de várias investigações do FBI sobre a região, a verdade nunca foi descoberta.


Porto de Nome, Alasca

Numa região remota, a psicóloga Dra. Abigail Tyler (interpretada por Milla Jovovich), suspeitando que alguém está a encobrir o caso, começou a gravar as sessões com os pacientes traumatizados e inadvertidamente descobriu alguns dos elementos mais perturbadores de abdução alienígena já documentada.


Usando imagens de arquivo no filme, o quarto grau/tipo expõe as revelações pavor de várias testemunhas. Os seus pesadelos e sonhos...


O título faz referência ao quarto tipo de contacto com extraterrestres: a abdução.

A suspeita de todos é que isso teria conexões com extraterrestres, mas os factos estariam sendo camuflados pelo próprio governo americano, tal como acontece na Área 51 (Nevada).

A Universal lança o filme nos EUA no dia 6 de Novembro.






Desta vez fui um pouco mais além...
Fiz uma investigação acerca de Nome, Alasca e dos estranhos desaparecimentos registados ao longo dos últimos anos e verifiquei que existe um fórum sobre os desaparecidos e que a Dra. Abigail Tyler é bem real...
Curioso é o número de filmes efectuados no último ano sobre o apocalipse, extraterrestres, profecias e o Juízo Final.
Uma estratégia de mercado?
Ou Sinais dos tempos que se avizinham?
A ver vamos...

quarta-feira, agosto 26, 2009

Meca e o Ramadão

O Ramadão, também escrito Ramadan (em árabe رَمَضَان) é o nono mês do calendário islâmico. É o mês durante o qual os muçulmanos praticam o seu jejum ritual (saum, صَوْم), no fundo o quarto dos cinco pilares do Islão (arkan al-Islam). Este ano, o Ramadão teve início, a 22 de Agosto de 2009.

Mas, em geral, o que é o Ramadão e o que fazem os muçulmanos durante este período importante da sua senda religiosa?


O que é o Ramadão?

A palavra Ramadão encontra-se relacionada com a palavra árabe ramida, “ser ardente”, possivelmente pelo facto do Islão ter celebrado este jejum pela primeira vez no período mais quente do ano. Uma vez que o calendário islâmico é lunar, o Ramadão não é celebrado todos os anos na mesma data, podendo passar por todas as estações do ano.


O Ramadão é um mês sagrado, período de renovação da fé, da prática mais intensa da caridade, e vivência profunda da fraternidade e dos valores da vida familiar. Neste período pede-se ao crente maior proximidade dos valores sagrados, leitura mais assídua do Alcorão, frequência à mesquita, correcção pessoal e auto-domínio.


O jejum

O jejum é observado durante todo o mês, do alvorecer ao pôr-do-sol. O jejum aplica-se também ao fumo e às relações sexuais. O crente deve não só abster-se destas coisas, mas também não pensar nelas. Durante o Ramadão, é comum a frequência mais assídua à mesquita. Além das cinco orações diárias (salat), durante este mês sagrado recita-se uma oração especial chamada Taraweeh (oração nocturna).


O jejum é obrigatório a todos os muçulmanos que chegam à puberdade. A primeira vez em que um jovem é autorizado a jejuar pelos pais constitui um momento importante na sua vida e uma marca simbólica de entrada na vida adulta. Há várias justificativas válidas para não jejuar: enfermidade, gravidez, lactante, menstruação, um idoso ou uma doença incurável. Caso o jejuante coma, beba, fume, ou tenha relações sexuais durante o período do jejum que é da alvorada ao por-do-sol, o seu jejum será anulado. Caso este venha a quebrar inadequadamente seu jejum é obrigatório ao crente jejuar durante 60 dias seguidos ou alimentar 60 pessoas pobres.

As refeições durante o Ramadão são o Su-Hoor e o Iftar.


O Su-Hoor é antes da alvorada, uma pequena refeição que substitui o café da manhã (pequeno-almoço) habitual. O Iftar é ao término de cada dia, o jejum é finalizado com uma oração e uma refeição especial tomada em comum, chamada iftar (árabe: إفطار). O iftar é o momento para reunir os membros da família e os seus amigos numa celebração de fé e de alegria. Após esta refeição, é prática social sair com a família para visitar amigos e familiares.
Actualmente, com a ampliação do diálogo inter-religioso, algumas pessoas de outras religiões são convidadas a partilhar este momento de convívio e é cada vez mais frequente que cristãos ofereçam e celebrem um iftar para os seus amigos muçulmanos.


Os feriados do Ramadão

Laylat al Kadr

Laylat al Kadr ("noite do decreto") é celebrado na noite do dia 26 para o 27 do Ramadão, data em que se comemora a noite em que Profeta Maomé recebeu a primeira revelação do Alcorão. Muitos muçulmanos passam esta noite a rezar, acreditando que os pedidos feitos durante estas horas serão atendidos por Deus. Considerada a noite mais importante para o Islão.


Id al Fitr

Id al Fitr - Eid ul-Fitr (Árabe: عيد الفطر) - ("o banquete do término do jejum"), no encerramento do mês do Ramadão, no primeiro dia do mês de Shawwal, é um feriado celebrado durante três dias. Banquetes são servidos, presentes são trocados, roupas novas são vestidas. Amigos e familiares rezam em congregação e fazem banquetes. Em muitas cidades islâmicas grandes festividades são realizadas para celebrar o ‘Id al Fitr. Está prescrito nesta festa a prática da Zakat al fitr, doação de esmolas da quebra do jejum.


Meca

Situada num vale árido do Hedjaz (Arábia Saudita), entalado entre as montanhas, Meca encarna para todos os muçulmanos, a «Mãe das Cidades».

Não a mostram os mapas antigos como o centro do mundo?


Meca é a cidade natal do profeta Maomé. Para todos os muçulmanos do Mundo ela é a cidade mais sagrada do planeta. Segundo o Alcorão, escritura do Islamismo, o devoto deve cumprir os cinco pilares: o testemunho da fé ( shahada ); orar cinco vezes ao dia em direcção a Meca ( salat ); jejuar no ramadão, um mês por ano; praticar a caridade; e peregrinar até a Meca, mesmo que através de procuração escrita, caso não tenha recursos. A peregrinação a Meca é chamada Hajj.


Em Meca existe uma grande mesquita que abriga em seu interior a Caaba ( Cubo ). A Caaba é coberta por um manto negro que contém várias inscrições bordadas em ouro. Dentro da Caaba está a rocha sagrada que segundo a tradição caiu do céu e foi ofertada a Abraão. A rocha que era branca então ficou negra ao absorver os pecados do homem. O devoto muçulmano deve dar 7 voltas ao redor da Caaba e depois beijar a pedra sagrada. Os peregrinos também atiram pedras, 49 no total, em três pilares que representam o demónio. Todos os peregrinos vestem o mesmo traje simples, composto de dois pedaços de tecido branco sem costura, um amarrado na cintura e outro colocado sobre o ombro. Essa tradição representa a igualdade dos fiéis aos olhos de Alá.


Juntamente com o Judaísmo e o Cristianismo, a religião praticada por Maomé, o Islamismo, forma a tríade de credos monoteístas que partem directa ou indirectamente da Bíblia.


O termo Islão significa submissão a Deus e um muçulmano é literalmente aquele que se entrega apenas a Deus. A sua franca expansão no Mundo, especialmente em África e na Ásia, deve-se em grande parte à facilidade com que absorveu cultos locais e os dirigiu no sentido de dar uma maior amplitude a uma visão monoteísta.


A mensagem do Islão caracteriza-se pela sua grande simplicidade e contundência.

«Não há outro Deus senão Alá, e Maomé é o seu Profeta.»



terça-feira, agosto 25, 2009

Crónicas d’ Beira-mar 1



As imagens não nos saem da retina, a derrocada de parte da falésia da Praia Maria Luísa, em Albufeira.
Para a comunicação social ficam 5 mortos e 3 feridos, enquanto o Ministério Público procura culpados e responsáveis, pelo estado da falésia e da incúria de alguém(?)
Mas, ainda ninguém colocou o dedo na ferida, ao visualizar as imagens televisivas, constatei que alguns metros atrás, antes da falésia se precipitar na praia e no mar encontram-se belíssimas casas, com piscina, jardins e relva, muita relva(!)
Pasme-se…
É assim, a costa portuguesa está a saque, de Norte a Sul, sucedem-se os atropelos e os atentados contra a natureza, aldeamentos turísticos nascem do nada, com a conivência das autarquias locais, em cima de falésias e de promontórios com vista para o mar.
Exige-se mais fiscalização e mão pesada.
É inadmissível que a linha da costa seja colocada em causa pela erosão e pelo avanço do mar.
Depois da cobertura vegetal desaparecer, as falésias e arribas ficam em cheque, os acidentes sucedem-se, de Espinho, a S. Pedro de Moel, à Nazaré, a Peniche, à Costa da Caparica, a Tróia, a Albufeira.
Não há duvida que tratamos muito mal a nossa costa, tudo sacrificando em nome do dinheiro fácil, o que faremos quando o mar subir?

Voltamos ao tempo da outra senhora


É verdade, os bufos, os mangas de alpaca e os pides estão de volta, pela mão dos socialistas e maçons, que se esqueceram de um certo Abril de 1974.


A memória dos Homens é curta…


Mais em:

http://dn.sapo.pt/inicio/portugal/interior.aspx?content_id=1343440


http://www.correiomanha.pt/noticia.aspx?channelid=00000181-0000-0000-0000-000000000181&contentid=72B45F9D-3E95-4574-A7AD-E4AE3859A7F7

segunda-feira, agosto 24, 2009

Obama Joker, a imagem da polémica

Está visto, já nada será como dantes...
A pouco e pouco, a máscara vai caindo...
Ler mais em:

http://www.prisonplanet.com/obama-joker-posters-getting-attention-of-authorities-in-north-texas.html


A carta do Joker, que se segue: Swine Flu?


sexta-feira, agosto 21, 2009

As mulheres de Milo Manara

Os quadradinhos de Manara sempre apresentam mulheres deslumbrantes.


O sobrenatural e os fetiches sexuais são temas frequentes na sua obra.


Seu talento para desenhos eróticos refinados, aliado à sua habilidade na criação de histórias de atmosfera envolvente, tornou Manara um dos principais desenhadores europeus da actualidade e o mais famoso criador de quadradinhos eróticos do mundo.


O italiano Milo Manara não faz apenas desenhos, mas clássicos, com as mulheres mais perfeitas dos quadradinhos.



Sonhar talvez…” traz histórias para lá de picantes, onde as mulheres do “papa” do quadradinho erótico italiano mexe, mesmo, com a libido dos leitores.


O Lago Perfeito, de James Watkins


Como um mau sonho que se torna no pior dos pesadelos, O Lago Perfeito é um thriller de horror “persistentemente tenso e com um ritmo imaculado” (Twitch Film) acerca da juventude moderna levada à loucura. Quando um jovem casal viaja até um lago remoto para um retiro romântico, o seu calmo fim-de-semana é estragado por um agressivo grupo de jovens locais. O comportamento arruaceiro depressa dá lugar à raiva, à medida que os adolescentes aterrorizam o casal de formas inimagináveis, e uma viagem de fim-de-semana torna-se numa sangrenta batalha pela sobrevivência. O Lago Perfeito é “violento, intelectualmente provocante... e genuinamente chocante” (Time Out London).


Disponível em DVD, a obra que arrebatou o Fantasporto de 2009...

terça-feira, agosto 18, 2009

Figueira da Foz, na ponta de um pincel (4)



Estas telas magníficas são da autoria de Cunha Rocha, que pintou a Figueira da Foz, como ninguém e fazem parte de um magnífico pdf que me foi enviado para a minha caixa de correio electrónica.

domingo, agosto 16, 2009

O mistério do cargueiro maltês desaparecido ao largo da costa portuguesa (3)

No passado domingo, há 8 dias atrás, o Russia Today, canal de noticias russo, fazia referência ao estranho desaparecimento do Artic Sea, cargueiro com bandeira de conveniência maltesa, registado na Finlândia, com tripulação russa, com destino ao porto de Bejaia, na Argélia, que terá alegadamente desaparecido ao largo da Costa Portuguesa, este canal adiantava ainda que o barco transportava misseis de cruzeiro com ogivas nucleares(!)

Uma semana depois os media ocidentais afirmavam que o barco transportava uma carga de cerca de 6700 metros cúbicos de madeira, com um valor estimado de 1,16 milhões de euros (?)

Quem fala verdade?

Há uma semana atrás, o Artic Sea não era notícia, uma semana depois passou a ser noticia...

A notícia só veio a lume na comunicação social portuguesa, 5ª e 6ª feiras.

No encalço do Artic Sea está uma frota composta por 6 navios de guerra russos.

http://aeiou.expresso.pt/cargueiro-desaparecido-foi-atacado-perto-da-costa-portuguesa=f530912

http://flot.sevastopol.info/eng/ship/frigates/ladny.htm

Porque motivo estaria o presidente russo Medvedev preocupado com um cargueiro de bandeira de conveniência maltesa, com tripulantes russos e registado na Finlândia?

Ou estaria antes preocupado com a sua carga?

A carga seria madeira ou misseis com ogivas nucleares?

O destino seria a Argélia?

A Comissão Europeia fez saber na sexta-feira que o "Artic Sea" pode ter sido vítima de dois ataques. "As comunicações por rádio recebidas indicam que o barco foi atacado duas vezes, a primeira em águas da Suécia e a segunda em águas de Portugal", de acordo com o porta-voz do Executivo comunitário, Martin Selmayr.

Porque motivo seria assaltado duas vezes em alto mar?

Agora porque motivo vem as autoridades dizer que o barco não levava qualquer carga secreta radioactiva?

Anda gato escondido com rabo de fora...

http://dn.sapo.pt/inicio/globo/interior.aspx?content_id=1336580&seccao=Europa



Alegadamente terá sido apresentado um pedido de resgate. O ‘Financial Times Deutschland’ avançou, sem citar fontes, que foram pedidos 1,5 milhões de dólares, mas não especificou se esta é o valor pedido para libertar o navio ou apenas a tripulação, composta por 15 russos.



Um dia depois da partida, oito a dez homens mascarados terão abordado o navio, quando este seguia entre as ilhas suecas de Oland e Gotland, no mar Báltico, revelou a polícia sueca dias depois do incidentes. Argumentando pertencerem à polícia anti-droga, os mascarados amarraram a tripulação e efectuaram buscas ao navio, abandonando-o 10 a 12 horas depois da abordagem e libertando a tripulação.

O último vestígio do ‘Arctic Sea’ foi registado no canal da Mancha, nas primeiras horas do dia 30 de Julho. Na quinta-feira, o porta-voz da Comissão Europeia, Martin Selmayr, disse que aparentemente o navio terá sido atacado uma segunda vez, ao largo da costa de Portugal, mas não adiantou mais detalhes, “de modo a não comprometer as investigações das autoridades”. Contudo, o ministro português dos Negócios Estrangeiros, Luís Amado, negou que alguma vez o navio tenha passado por águas territoriais lusas.

Um oficial militar adiantou neste sábado à AFP que a embarcação aparentava seguir para sul, a uma velocidade entre os 15 e os 20 nós (28 a 37 km/h). “Uma pequena fragata russa que estava no Mediterrâneo está nesta altura a dirigir-se para sul, provavelmente para se encontrar com o ‘Arctic Sea’”, adiantou o comandante francês Jerome Baroe.

Oficialmente, a Rússia só diz que as buscas continuam e que a NATO está a colaborar activamente com Moscovo nas buscas pela embarcação. “Toda a informação que é completa e que se estima ser objectiva é imediatamente enviada para o quartel-general da Marinha russa”, disse à agência noticiosa RIA Novosti o enviado da Rússia à sede da NATO, Dmitry Rogozin.

O facto de a NATO estar a cooperar com a Rússia e de Moscovo estar a usar navios, submarinos e satélites nas buscas pelo ‘Arctic Sea’ apenas aumentam a especulação sobre um eventual sequestro, algo raro nas águas europeias. Peritos têm avançado com várias hipóteses: pirataria, guerra de máfias ou disputa comercial.

A polícia filandesa ainda não confirmou a veracidade do pedido de uma grande quantidade de dinheiro em troca do navio

O mistério continua em volta do navio Arctic Sea, mas agora a hipótese de ataque pirata ganha importante peso, com o pedido de resgate apresentado ao armador, finlandês, durante o dia de ontem. Mas a polícia finlandesa ainda não confirmou a sua autenticidade.

Markku Ranta-Aho, porta-voz da policia finlandesa, em declarações a uma rádio daquele País, confirmou ontem que foi pedido ao armador do Arctic Sea "uma grande quantidade de dinheiro" pelo navio, numa mensagem que garantiria que a tripulação "está viva" mas "em risco" se o resgate não for pago.

Segundo a polícia finlandesa, num caso com "tanta especulação" em torno do desaparecimento será necessário ainda confirmar a veracidade da mensagem dos alegados raptores. "Isso ainda não foi possível apurar", afirmou ainda o porta-voz da polícia. O pedido de resgate foi exigido à empresa proprietária do navio, a Chart Management, da Finlândia e, segundo a Interpol, o Arctic Sea, com tripulação russa de 15 elementos e que transportava um carregamento de madeira finlandesa avaliado em 1,3 milhões de euros, foi assaltado em 24 de Julho no mar Báltico por piratas, que levaram o navio para destino desconhecido.

No entanto, ontem mesmo, a imprensa da Galiza, Espanha, garantia que, num contacto via e-mail da tripulação para o armador, cerca das 9.00 de 01 de Agosto, dava conta das coordenadas do navio. Ou seja 54 milhas náuticas a oeste de Vigo (Galiza), a pouco mais de 100 quilómetros da costa minhota.

"As coordenadas permitem ao armador situar o barco [a 01 de Agosto] em frente à costa galega, na parte final do corredor marítimo de Finisterra", escreve o diário La voz de Galicia na sua edição de ontem e citando os contactos entre tripulação e armador. Com estes dados, conclui que o Arctic Sea "ainda teve tempo de entrar no litoral português" .

Os mais recentes relatos de oficiais de Cabo Verde e França indicam que o ‘Arctic Sea’ foi avistado ao largo do país africano de língua oficial portuguesa, informação que ainda não foi confirmada pela Rússia. Oficiais cabo-verdianos afirmaram na quinta-feira que o navio se encontrava a 400 milhas náuticas (740 quilómetros) de uma das ilhas do arquipélago.

Já a agência "Itar-Tass" informa, citando o embaixador russo, que o cargueiro já foi localizado, mas que por "motivos tácticos" não se revela o seu paradeiro.

Porque motivo se juntaram as forças da NATO à Rússia nas buscas?

Será pela carga de madeira?

Pelos 15 tripulantes russos?

Quantos cargueiros russos desaparecem ou naufragam todos os anos?

Qual é a preocupação do Kremlin?

O mistério em torno do "Arctic Sea" continua a crescer. Três semanas depois de o cargueiro ter desaparecido...




Não há festa como o Avante!



Artistas da Festa do «Avante!» 2009:



Grande Gala de Ópera(ver programa)
Aldina Duarte

Bandarra
Blind Zero
Carla Pires
Ciganos d'Ouro
Clã
David Fonseca
Francisco Naia
Frei Fado d'El Rei
Gazua
Guy Davis
Hazmat Modine
João Lencastre's Communion
Laurent Filipe
Luísa Amaro
Maria Alice
Maria João e Mário Laginha
Nelson Cascais
Peste & Sida
Roda de Choro de Lisboa
Samuel
Seth Lakeman
Ska P
Skalibans
Tabanka Djaz
Telectu e convidados
Tereza Salgueiro
The Men They Couldn't Hang
The PostCard Brass Band
The Soaked Lamb
Vanessa Alves
Vitorino com os Cantadores do Redondo
Voces del Sur
Willie Nile


http://www.festadoavante.pcp.pt/



Gois XVI Concentração Motototuristica 2009

«Durante quatro dias, bandos de motards, grupos de amigos e famílias fizeram das margens do rio Ceira o seu território

As frágeis portas de madeiras do “XI Bike Show” ainda estão fechadas e mal parecem segurar as dezenas de pessoas que se amontoam na entrada para garantir a estreia do espaço. Entre a multidão, dois motards que ostentam camisas de escuteiro, vão oferecendo, sem grande dificuldade, copos de cerveja. «É sem álcool, por causa da condução», alerta um dos falsos escutas.
Um pouco mais ao lado, o frenesim é substituído pela calma das famílias que gozam os ininterruptos raios de sol. E aqui, enquanto uns aproveitam para discutir negócios, como «a Shannon que o Vasco comprou», vários são os que ocupam as pequenas margens do Ceira. Para estes não há grandes complexos e toda a roupa é plausível de se despir. Toda, excepto os coletes, onde orgulhosamente envergam os emblemas do grupo a que pertencem. É o caso da mota e das estrelas que se sobrepõem ao dístico “Moto Clube de Borba” que enquadram as costas de Orlando Martins. Com uma caneca de estanho presa no cinto, para qualquer necessidade, garante que nesta edição da concentração «’tá tudo impecável, o único problema é mesmo o calor». Veterano do evento explica que «o melhor é mesmo o espaço e o companheirismo» e não desarma enquanto não deixa bem assente que este ano vai ser «o último da fila».

O sentimento parece ser partilhado por Adriano Valente, de Aveiro, o único sem colete do seu grupo, que só consegue encontrar uma expressão para descrever a concentração: «cinco estrelas».



Chuva não vence motards

O caminho que liga a zona do rio à “Área Radical” é feito de sucessivos atropelos. Sobretudo devido às inúmeras barracas de venda que se aglomeram nas orlas do corredor. Do pão com chouriço e das bifanas até aos capacetes e combustíveis, há tudo para todos os gostos, inclusive uma improvável tenda chupa-chupas e pirolitos, «coisa que não tem grande saída por aqui», lamenta o vendedor. Mas a grande oferta de mercado parecem ser mesmo as tatuagens e várias são as barracas onde gigantescos motards fazem as mais diversas expressões faciais depois do tatuador lhes passar com a agulha no braço.

A par dos doces, também a água parece não ter grande procura e Vítor Barata, funcionário da barraca da Super Bock, tem uma explicação para o fenómeno de mercado: «a cerveja sabe melhor». Ainda assim, o funcionário garante que «tanto a cerveja, como a água estão vender menos este ano».
Ali perto, no espaço que circunda a “Tenda Electrónica”, vive-se uma grande azáfama no stand da Associação Motard Cristã de Portugal. A razão é simples: os esforços têm que ser desdobrados entre o sorteio de uma Harley-Davidson e a distribuição da “Bíblia Motard”. «É uma Bíblia feita e adaptada ao estilo de vida motard», elucida o presidente da associação, que aproveita ainda para explicar que «Deus também tem lugar entre os motards e que é preciso divulgar isso».
Também à concentração de Góis já chegou o flagelo da actualidade e são incontáveis os cartazes de alerta à Gripe A e os lavatórios de plástico espalhados pelo recinto.

Entretanto, a exposição de motos, “Bike Show”, já abriu as portas e agora pouco espaço parece haver entre a multidão que lota o espaço. Num palco improvisado, os Dixie Boys variam entre o “rockabilly” e a música “country”. Algo que não soa muito bem entre as massas ávidas de algo mais pesado. «Vim aqui para ouvir rock», começam a gritar no meio do ajuntamento.


Cá no fundo, está Isabel Carvalho, de Serpins, a começar a explicar que vem «todos os anos, unicamente para acompanhar o filho», quando o tempo decide fazer das suas e abre-se uma enorme carga de chuva sobre o recinto. Contudo, nada que fizesse desmobilizar os milhares de motards que invadiram, durante quatro dias, as margens do rio Ceira.


20 mil pessoas passaram por Góis


A terminar a 16ª edição da Concentração Mototurística de Góis, o vice-presidente do Góis Moto Clube, Jaime Garcia, adianta que a iniciativa «decorreu de uma forma positiva». Com uma previsão de 10 mil participantes e 10 mil visitantes, Jaime Garcia, assegura que o objectivo foi cumprido.
O vice-presidente explica ainda que a aposta deste ano foi dirigida para os concertos, dos quais receberam «inúmeros elogios». Outra das principais preocupações da organização bateu-se com a protecção ambiental e o cuidado com a natureza.


Também do ponto de vista da higiene, houve um incremento de melhoria das condições. «Tivemos, inclusive, uma sala especial para casos de gripe A», revela Jaime Garcia. A partir de amanhã a organização vai começar já a trabalhar na concentração de 2010», adianta o responsável.»


Fonte: Diário de Coimbra


Ficam algumas imagens de 2008, para fazer crescer água na boca...

quinta-feira, agosto 13, 2009

O mistério do cargueiro maltês desaparecido ao largo da costa portuguesa (2)


Navios de guerra russos prosseguem com as buscas ao cargueiro "Artic Sea", de bandeira de Malta, do qual não se tem notícias desde o fim de Julho após a passagem pelo Canal da Mancha.

"Navios de guerra da frota russa prosseguem com as tarefas de busca do 'Artic Sea' no Atlântico", afirma um comunicado da Marinha de Moscovo.

O presidente russo, Dmitri Medevedev, determinou ao ministro da Defesa, Anatoli Serdiukov, a adopção das medidas necessárias para encontrar e, se necessário, libertar o cargueiro e a tripulação russa.

O navio, contactado em 28 de Julho pela guarda costeira de Dover (sul da Inglaterra), deveria ter ancorado em 4 de Agosto em Bejaia, na Argélia.

O cargueiro foi visto na madrugada de 29 para 30 de Julho, durante a passagem por Ouessant, nas costas do noroeste da França, segundo o Centro Regional Operacional de Vigilância e Salvamento (CROSS).

Em 3 de Agosto, a Interpol advertiu os britânicos que o cargueiro foi abordado no dia 24 de Julho por homens encapuçados quando estava em águas suecas, no Mar Báltico. Os homens permaneceram a bordo por 12 horas.

Segundo analistas, o cargueiro teria sido vítima de uma nova forma de pirataria marítima em águas europeias.

O cargueiro foi visto pela última vez a poucos quilómetros de Matosinhos, ao largo da costa portuguesa, há cerca de uma semana atrás.

Qual seria a carga do navio para despoletar a ira do presidente russo e a perseguição duma frota russa composta por seis navios?

Navios que farão buscas em águas portuguesas brevemente...

Só hoje os meios de comunicação social portuguesa acordaram tarde para o problema...


quarta-feira, agosto 12, 2009

Paolo Serpieiri e Druuna (2)

Poderão os escombros da II Guerra Mundial marcar uma infância e projecta-la num mundo pós apocalíptico?


Assim parece...



Paolo Eleuteri Serpieri, artista plástico, autor de banda desenhada, ilustrador e pintor assim traçou o mundo de Druuna concebido entre 1985 e 2003:

Morbus Gravis, Morbus Gravis 2, Creatura, Carnivora, Mandragora, Aphrodisia, The Forgotten Planet e Clone.


A história narra um futuro apocalíptico onde o mundo padece de uma estranha doença, enquanto Druuna busca a cura e respostas numa fuga constante de cientistas malucos e loucos insaciáveis.


Druuna serviu de inspiração a Serpieiri para lançar inúmeros livros de ilustrações tais como: Obsession, Druuna X, Druuna X 2, Croquis, Serpieri Sketchbook, Serpieri Sketchbook 2 e The Sweet Smell of Woman.



Que apesar de traduzidos para inúmeras línguas não se encontram publicados em Portugal.


Permanece por publicar a obra completa deste mestre italiano de BD, em Portugal, a Meribérica lançou os primeiros álbuns, os restantes só estão disponíveis em edições estrangeiras...


Já se tornou um lugar comum em Portugal, as séries de BD não chegarem ao fim!

Até parece que estamos num país do 3º mundo.


Há quem veja nos desenhos de Serpieiri pornografia, no entanto os desenhos do mestre italiano de Banda Desenhada tem algo mais, a essência e a beleza dos corpos femininos. Para além disso Serpieiri desenha o corpo humano como ninguém.


Apesar de nos últimos anos, as obras de Serpieiri terem um pendor mais erótico, o veneziano dedicou-se num passado distante a ilustrações para a Bíblia, tendo ainda preenchido inúmeros números da revista de BD e Histórias do Far West...



segunda-feira, agosto 10, 2009

Tamiflu, a solução final para a gripe suína?


Enquanto a imprensa do passado fim de semana, desenrolava a embrulhada do H1N1, li na página 5 do Correio da Manhã, do passado dia 7 de Agosto, que o ex-Secretário de Estado da Defesa de George W. Bush, Donald Rumsfeld terá lucrado milhões de dólares com o medicamento Tamiflu, pois presidiu à Gilead, empresa que detém os direitos de autor do medicamento.



Entretanto, no Reino Unido, a administração e aplicação de Tamiflu aos mais novos começa a ser desaconselhada, depois de estranhos efeitos colaterais, tais como pesadelos e alucinações, náuseas, vómitos, diarreias, défice de atenção e dor insuportável.



Se duvida leia:

http://www.guardian.co.uk/society/2009/jul/31/tamiflu-side-effects-children




Houve um farmacêutico amigo que me confidenciou que a molécula que está na base do Tamiflu é muito estranha nada tem a ver com as moléculas utilizadas noutros antivirais e antibióticos.


Já se consta que a aplicação da vacina em seres humanos vai ser processada sem os testes convenientes.



A partir de Outubro também deixarão de ser processados nos hospitais os testes da Gripe A, devido ao seu custo…



Não admira que alguns dos principais líderes mundiais passem as cimeiras a fazer corninhos uns aos outros e a dizer que está na hora da Nova Ordem Mundial…

A panelinha está montada e o genocídio preparado!

Rumores de Guerra

O mistério do cargueiro maltês desaparecido ao largo da costa portuguesa

Esta parece desencantada de um romance de Ken Follett ou de um filme do 007...
O navio era russo e os seus tripulantes também e a sua carga era composta por misseis de cruzeiro. O barco desapareceu a poucos quilómetros da costa...
Onde desapareceu?
Ao largo da Somália?
Não, este barco segundo o Russia Today terá desaparecido ao largo da Costa Portuguesa.
(?)
Fiquei atónito(!)
Um dia depois, jornal da manhã da TVI, o cargueiro desaparecido usava uma bandeira de conveniência maltesa, os tripulantes eram russos e a carga era composta por madeira(!)
Fiquei perplexo(!)
Nos diversos jornais da noite, nem mais uma palavra sobre o assunto...


Como é possível desaparecer a poucos quilómetros da costa portuguesa, um navio?
Para onde foi o navio?
A tripulação?
E a carga?

terça-feira, agosto 04, 2009

Olhos nos Olhos?

Blogconf do Bloco igual à do PS


Apesar do blog Kafe Kultura ter requerido a inscrição para a dita foi preterido, assim como outros bloggers nacionais, alegadamente por falta de espaço na sala, onde se calhar estavam mais jornalistas que bloggers.

Onde é que eu já vi este filme, a encenação repetida por Louçã para as câmaras, num claro «show off», imitando a espaços José Sócrates, aliás a imprensa dá-se muito bem com Louçã e com o Bloco, que bem convidaram os bloggers e jornalistas amigos.

Contudo há coisas que eu não entendo, darão os jornalistas a mesma cobertura, a uma blogconf organizada pelo PCP?


Apesar de ter efectuado a inscrição para participar não houve qualquer resposta por parte do dito «Bloco do Calhau», tentei comentar na esquerda.net e nada, censurado, melhor diria apagado, depois do blogue erecções ter manifestado o seu descontentamento. Os dois comentários do autor do Kafe Kultura não saíram no Esquerda.net. Ainda há quem se deixe iludir pelo paleio, não seria o caso do Kafe Kultura, que não ia à conferência fazer favores a ninguém.

Novamente fui barrado no sapo, quando tentava comentar.

Onde está a Democracia em Portugal?

Não há dúvidas que este país está cheio de iluminados...


Servirá o tamanho da sala de escudo e de desculpa?

Quem foi convidado?

Naturalmente uma dúzia de amigos!

Não há dúvidas que Louçã e o Bloco gostam dos «Yes Man», que também proliferam no partido e gostam que lhes passem a mão nas costas e muito mal se dá com os críticos, que, no BE são convidados a sair pela porta dos fundos, quando há uns anos atrás apregoava ser diferente dos outros.

Não há dúvida é só ovelhas negras a ir ter com o pastor para dentro do poço.

Ele dizia que era olhos nos olhos, a mim nem sequer resposta me deu...



segunda-feira, agosto 03, 2009

Verão 2009


(Foto Mário Nunes)

O Verão é a melhor estação do ano.
Um espectáculo!
É bom andar de calções e de tshirt, sentir os pés na areia, entrar pelo mar dentro, desgostar peixe fresco, deliciar-me com os grelhados na brasa e dormir até às quinhentas, sem preocupações…
Deambular pelo campo de bicicleta, passear, ler e ver bom cinema.
No entanto, tudo o que é bom acaba depressa.
Acabou-se…
As minhas férias chegaram ao fim!
Regresso ao trabalho, para o batente.
Para meu consolo, ainda tenho mais 15 dias de férias…
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...