sábado, janeiro 27, 2007

DeLagoa Bay, Lourenço Marques, Maputo...

Maputo é a capital e a maior cidade de Moçambique. Localiza-se no sul do país, na margem ocidental da Baía de Maputo. Tem limites, a norte com o distrito de Marracuene; a noroeste e oeste com o município da Matola, a oeste também com o distrito de Boane, e a sul com o distrito de Matutuíne.


Universidade e Instituto Nacional de Estatística
Biblioteca Municipal do Maputo
Estação de Caminhos de Ferro
Bairro da Coop

Catedral do Maputo


A cidade constitui administrativamente um município com um governo eleito e tem também, desde 1980, o estatuto de província e não deve ser confundida com a província de Maputo que ocupa a parte mais meridional do território moçambicano, exceptuando a cidade de Maputo.


Marisqueira no Miramar

Fábrica da Cerveja Laurentina

O município tem uma área de 300 km² e uma população de 966 837 (censo de 1997), com 1 073 938 habitantes projectados para 2004 (Instituto Nacional de Estatística). A sua área metropolitana, que inclui o município da Matola, tem uma população estimada em 1 744 000 habitantes.

Igreja da Polana

Clube Ferroviário

Marginal

Clube Naval

Clube Desportivo
Escola de Vela do MarítimoPraia da Costa do Sol

Praia do Bairro dos Pescadores

Centro de Conferências

Cinema Infante
Escola PortuguesaAlto Maé

Polana - Av. António Enes

Av. Massano Amorim

Também tenho saudades de Lourenço Marques - Maputo, da Matola, da Namaacha (quedas de água e das pontes de madeira que pecorriam as cascatas e que ninguém fala), de Ressano Garcia, da Catembe, da Ponta do Ouro, do Parque Malongane, do Bilene, Xai Xai, da Marracuene e do por do sol, sim do por do sol, da chuva, dos cheiros e odores...
Da FACIM.
Dos cinemas.
De ir de Machibombo do Alto Mahé à Polana.
Da Costa do Sol.
Do Frango à Cafreal.
Das Chamussas dos Indianos.
Do Arroz de Caril com frango, Arroz de Caril com Gambas e ainda do Arroz de Caril com Caranguejos.
E dos Caranguejos enormes que havia para além da Costa do Sol.
Da Carne de caça e do peixe fabuloso...
Apesar de ter saído de Moçambique com 11 anos, em finais de 1976, as memórias da minha infância feliz permanecem.
Agora tenho 40 anos e sonho voltar um dia ao país que me viu nascer...



Maputo - Imagens Nocturnas

7 comentários:

Anónimo disse...

Otília Brian:
SOBRE AS IMAGENS DE MAPUTO:

Tenho 50 anos e vivo nesta cidade. Do que tenho mais saudades, é de poder andar a pé, de ter jardins, de ir á praia e não a encontrar deteriorada, de não encontrar em cada esquina um grande monte de lixo. Nao diminui no entanto o meu amor por este lugar. Mas seria de certeza mais completo se a cidade fosse mais cuidada. Mais cidade, menos bazar.

Pirata disse...

É com grande nostalgia e lágrimas ao canto dos meus olhos que revejo fotos da terra onde nasci e da qual infelizmente tive de abandonar, ainda criança. Tenho saudades das pessoas, dos cheiros, da vida e principalmente na forma de estar. Hoje, vivo longe, em Portugal, tenho 36 anos, ao ver este blog vejo que ainda não me adaptei a esta forma de estar em Portugal, apesar de já ter criado novas raízes familiares. O meu sonho também é um dia voltar à terra onde nasci...

Maputo disse...

Imagens de Maputo:
http://maputo.visitusinmaputo.com

ACRENARMO disse...

São imágens fabulosas que me deixam ainda mais vontade de ir a Moçambique.
Sei que já não se encontra assim, mas acho que vale a pena conhecer.

Origado
Paulo Batista

Anónimo disse...

Eu tambem fui obrigado a deixar a terra onde nasci em 1969,nao seria ma ideia um dia fazermos uma associação e irmos todos juntos,seremos centenas,talvez milhares,quem sabe?

ACRENARMO disse...

Junte-se a nós, caro amigo e quem sabe um dia não vamos juntos?

Abraço.
Paulo Batista

Candido Ferreira Neves disse...

Fui para L.Marques com 23 anos.A minha profissão era caixeiro-viajante,hoje, tecnico de vendas.Tive o privilégio de conhecer Moçambique as principais cidade, desde L.Marques a P.Amelia.Fiz grandes amisades em todas as cidades visitadas.L.marques era e é a cidade do meu coração.Tenho enormes saudades de Moçambique, como do seu povo que foi sempre cativante para comigo.Adorava visitar Moçambique, mas, infelizmente, a idade começa a pesar. Contudo vou mitigando as saudades com os fotos e assim vou vendo por andei. Adoro a Ilha de Moçambique, cheguei estar 10 dias.Aquela agua de um azul lindissimo.Os Por de Sol era deslumbrante.Olhando para a fortaleza, sentia-me orgulhoso de ser portugues.Como foi posssivel um paiz tão pequeno, mas com homens de grandes horizontes descobriram novos mundos.Desejo a Moçambique que se desenvolva e se torne, como Angola, um novo Brasil.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...