domingo, junho 16, 2013

A carne já está toda no assador?



O conflito na Síria, que se arrasta há 3 anos, ameaça transformar uma guerra civil, ignorada por toda a gente, numa guerra regional que ameaça consumir o Médio Oriente e porque não? O Mundo inteiro…
A hipocrisia é por demais evidente, a comunidade internacional finge não reparar, no entanto vai vendendo armas, a ambos os lados do conflito. Enquanto isso, vão tombando civis inocentes, homens, mulheres e crianças que nada esperavam deste conflito e se vão aglomerando em pobres campos de refugiados, nas fronteiras desérticas.
Dum lado estão os russos e os iranianos fiéis de Assad…
Do outro, estará a Mossad e os EUA, acumulando homens e material de guerra, na fronteira da Jordânia, com a Síria, patrocinando os rebeldes num filme parecido com o líbio, alimentando o sonho de percorrer a auto-estrada iraniana até Teerão…
Já foram agitadas as bandeiras da utilização de armas químicas e da zona de exclusão aérea…
Onde é que eu já vi isto? 
Meu Deus, mais do mesmo outra vez perante a indiferença global?
Só que agora, as coisas parecem que poderão não ficar por aqui, o Irão fez avançar o hezbolah para o terreno, a Rússia fretou um cruzeiro e direccionou a Frota do Mar Negro, para o Porto de Tartus, onde estarão forças especiais russas (eventualmente), isto para não falarmos dos novos mísseis, que os russos venderam aos seus amigos sírios e dos pilotos mercenários da Ex-URSS que combaterão na Força Aérea Síria…
O grau de incerteza vai aumentando de dia-para-dia, nesta zona tórrida do globo, onde os relógios se encontram a poucos segundos das zero horas e Obama (prémio Nobel da Paz) parece fazer letra morta da prudência dos seus antecessores, isto apesar dos avisos de Putin.
Até agora, este conflito já esteve perto da internacionalização, quando a Síria disparou contra alvos na Turquia ou quando os aviões de Assad bombardearam alvos no Líbano. Provavelmente tudo estará preso por arames e com vontade de ripostar….
Porque motivo ninguém faz nada?
Porque motivo não há forças de interposição de paz da ONU, que separem os dois lados do conflito?
Porque motivo não há negociações sérias que ponham fim a este conflito?
Lembra-se do Crash bolsista de 1929? Da Grande Depressão? New Deal? Polónia (com alemães e russos na fronteira)?
Se esta guerra não tiver fim, se conhecer a internacionalização, se a França e o Reino Unido responderem favoravelmente ao convite do Tio Sam (talvez demasiados ses), até que ponto você estará pronto a ir para o açougue da III Guerra Mundial?
Será que responderá afirmativamente à Mobilização Obrigatória, quando as grandes potências o convocarem em nome da Democracia, do Senhor e da Paz Mundial?

Deja Vú meus caros, num filme gasto e demasiado picado…

2 comentários:

Mário Nunes disse...

Em aditamento:
http://www.guardian.co.uk/world/2013/jun/16/putin-warns-against-arming-syrian-rebels

Um Novo Despertar disse...

Amigo Maŕio.
Aqui é o Daniel do UND.
Muito legal seu ponto de vista, gostei e reflete bem o estado de ânimo que o mundo vivencia e os quais a população civil síria, não importa-nos os lados do conflito,ela é a maior prejudicada pela guerra.
Um momento que a cada dia tem se tornado perigoso ao extremo e falta apenas um grande pretexto armado ou não, para desencadearem o teatro dos horrores que podem envolver todo o elenco global.
Pelas perguntas que fez, se vê que a guerra na Síria é algo mais do que premeditado pelas elites sanguessugas que não vão descansar não importa se será rápido ou demorado a aquisição de sua NOM. Ou através de guerras planejadas, crises financeiras e outros eventos que venham a consumir grande parte do globo. Vigiemos pois não serão apenas horas e ou dias perigosos e sim semanas meses e até anos de incertezas e uma dessas podem ser consumidas por momentos terríveis. Que não seja assim, Deus nos livre! Mas as coisas estão neste pé.
Abraços

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...