terça-feira, março 15, 2011

Fukushima Daiichi, apocalipse nuclear

Esta história é surreal demais…

Recapitulando:

Take um - No dia 11 de Março de 2011, o Japão é sacudido por um tremor de terra, que superou todas as expectativas, 9,1 na escala de Ritcher - equivalia à destruição absoluta.

A ilha principal eleva-se 2,4 metros e aproxima-se 4 metros dos EUA. Ocorrem alterações no eixo da Terra e o dia encurta.

Take dois – Dois tsunamis varrem a costa japonesa, a Norte de Tóquio, em Sendai há mais de 10.000 desaparecidos.

Take três – O melhor estava para vir, algumas horas depois…

Na Central Nuclear de Fukushima Daiichi, quatro reactores entram em colapso, ocorreu meltdown, não havia como arrefecer os quatro reactores, um após o outro explodiram, libertando por quatro vezes, quantidades impensáveis de materiais radioactivos para a atmosfera, dos 800 técnicos da Central, ficaram só 50, para evitar o impensável, agora, pouco haverá a fazer, com Césio, Plutónio e Urânio, partículas altamente radioactivas e letais, à solta na atmosfera, tudo contaminando e com uma longa vida (duram milhares de anos).

O perímetro de segurança passou de 20 para 100 km, havendo já localidades evacuadas e a nuvem radioactiva já chegou a Tóquio. Nos aeroportos japoneses é a debandada total. Do Céu ao Inferno, em poucas horas…

De desgraça em desgraça, as autoridades japonesas não contam tudo aquilo que sabem.

Certo, certo, é que o Homem não aprende com os desastres de Three Mile Island (EUA), Chernobyl (na Ucrânia) e agora Fukushima Daiichi (no Japão)!

Não lembra ao Diabo construir reactores nucleares em áreas sísmicas altamente instáveis e se estes entrarem em fusão quem os trava? Como se controla um reactor em fusão?

Respondam-me ainda a outra questão: O que distingue uma experiência nuclear simpática duma experiência nuclear agressiva?

Em Fukushima Daiichi houve formação de cogumelo atómico…

Vejam a explosão do reactor 3 - A que conclusão chegaram?

Agora venham os políticos nacionais (Cavaco Silva e Mira Amaral) fazer a apologia do nuclear…

Uma coisa posso dizer: Nuclear não obrigado (com Almaraz aqui tão perto)!



Fukushima Daiichi, antes e depois...

1 comentário:

L L disse...

Não esta interessado numa parceria de links.

Os meus blogs:

http://novosinsolitos.blogspot.com/
http://anovaopressao.blogspot.com/
http://politiquices2030.blogspot.com/

Agradecia contacto.
Um abraço.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...