terça-feira, julho 24, 2007

Tower of Glass – A Torre de Vidro, de Robert Silverberg e Burj Dubai

«Simeon Krug tem uma obsessão: construir uma torre com um km de altura para conseguir responder á voz que vem do espaço. Os instrumentos para o seu projecto são os andróides, seres que ele próprio criou à imagem do homem e dotados mesmo de aspecto humano.

E os andróides tem uma grande aspiração: tornarem-se homens de carne e osso. E já que tomaram Krug por seu Deus, pensam que dele lhes deve vir a palavra, que opera a transformação.

Mas Krug não é Deus… e seria preciso um Deus para poder controlar as terríveis emoções que Krug desencadeou…»

A Torre de Vidro, de Robert Silverberg, colecção Ficção Científica, da Livros de Bolso Europa América


Burj Dubai

O Burj Dubai (em árabe: برج دبي, que quer dizer Torre de Dubai) é um arranha-céus em construção na cidade do Dubai, nos Emirados Árabes Unidos. Acredita-se que este edifício terá aproximadamente 800 metros de altura, o que o fará dele o arranha-céus mais alto do mundo. O términos da sua construção está previsto para 2009, e seu custo estimado é de oito biliões de dólares.

O Burj Dubai foi desenhado por Skidmore, Owings e Merrill, que também desenharam as Sears Tower, em Chicago e a Freedom Tower, em Nova Iorque, entre outros famosos edifícios. O seu interior será decorado por Giorgio Armani. Um Hotel Armani (o primeiro deste tipo) vai ocupar os primeiros 37 andares. Do 45º ao 108º andar haverá cerca de 700 apartamentos privados em 64 andares (que, segundo o responsável, foram vendidos em oito horas). As corporações e as suites completarão a maior parte dos andares restantes. Também deverá ter o elevador mais rápido, a 18 m/s (65 km/h, 40 mph). Actualmente, o elevador mais rápido do mundo encontra-se no Taipei 101, Taipei, Taiwan, a 16,83 m/s (60,6 km/h, 37,5 mph).

O Burj Dubai deverá incluir 30 mil residências, nove hotéis, seis acres de parque, dezanove torres residenciais e doze hectares do ao redor. Quando completa, a torre vai cobrir uma área total de dois milhões de m² de desenvolvimento.

Não foi preciso esperar até 2218… Para ser construído um edifício com quase 1.000 metros de altura!

Onde a realidade se mistura com a ficção e esta com a realidade...


Sobre Robert Silverberg

Robert Silverberg nasceu a 15 de Janeiro de 1935, em Brooklyn, New York.

Um leitor voraz desde a infância. Cedo começou a escrever histórias de ficção científica. Acabou o curso de Literatura Inglesa em 1956 na universidade de Colômbia, com um A.B..

Nesse mesmo ano ganhou um prémio Hugo, atribuído ao mais novo escritor de ficção de então.

Nos quatro anos seguintes escreveu um milhão de palavras por ano…

Em 1959, o mercado de ficção científica desmoronou-se…

Era tempo da caça às bruxas nos EUA!

Entre 1959 e 1969, Silverberg escreve outras obras de não ficção, para poder subsistir.

Em 1969, "Nightwings" ganhou o Hugo como a melhor novela. Desde então para cá tem coleccionado prémios Hugo e Nebulla. E os seus livros têm sido um sucesso no mercado anglo-saxónico.

Por cá, a Livros do Brasil através da Argonauta e a Europa América (A Europa-América teve mais outra colecção de ficção científica denominada Nébula), através da colecção de FC publicaram algumas das suas obras, mas para variar as colecções saíram dos escaparates ou saem a espaços, o mercado é pequeno dizem os editores e se quisermos lermos Ficção Científica, só na língua original, em inglês!

No mercado existem outras pequenas editoras, que vão aproveitando os pequenos nichos deste e de vez em quando trazem-nos agradáveis surpresas.

A Editorial Caminho teve também uma boa colecção de policiais e de ficção científica, da qual falarei noutro dia. Subsistem a espaços no mercado livreiro algumas obras de Fantasia, dos autores de momento que nada tem a ver com FC.

E depois dizem que em Portugal se lê muito pouco, que não há hábitos de leitura!



Roma Eterna, de 2003, da Minotauro e da Europa América

Bibliografia




Pequenas Histórias

  • Collecting Team (December 1956)
  • Lest We Forget Thee Earth (1958, as Calvin M. Knox)
  • The Calibrated Alligator (1969)
  • Dimension Thirteen (1969)
  • The Cube Root of Uncertainty (1970)
  • Moonferns & Starsongs (1971)
  • The Reality Trip and Other Implausibilities (1972)
  • Sunrise On Mercury (1975)
  • The Best of Robert Silverberg (1976)
  • The Shores of Tomorrow (1976)
  • Capricorn Games (1979)
  • World of a Thousand Colors (1982)
  • Beyond the Safe Zone (1986)
  • The Conglomeroid Cocktail Party (1984)
  • Foundation's Friends (1989; contributed one story)
  • The Collected Stories of Robert Silverberg: Secret Sharers (1992)
  • War of the Worlds: Global Dispatches (1996; contributed one story)
  • Phases of the Moon (2004)
  • In the Beginning (2006)
  • To Be Continued (2006)

Antologias

Não Ficção

  • Lost Cities and Vanished Civilizations (1962)
  • The Great Wall of China (1965)
  • The Crusades (1965, as Franklin Hamilton)
  • Light for the World: Edison and the Power of Electricity (1967)
  • Men Against Time: Salvage Archaeology in the United States (1967)
  • The Morning of Mankind: Prehistoric Man in Europe (1967)
  • The Search for Eldorado (1967, as Walker Chapman)
  • Sophisticated Sex Techniques in Marriage (1967, as L.T. Woodward)
  • The World of the Rain Forests (1967)
  • Four Men Who Changed the Universe (1968)


Anoitecer/Nightfall, de parceria com Isaac Asimov (responsável por alguns conceitos de robótica), cientista e um dos maiores escritores de FC, entretanto já desaparecido. Livro disponível em português

  • Ghost Towns of the American West (1968)
  • Mound Builders of Ancient America: The Archaeology of a Myth (1968)
  • Sam Houston (1968, as Paul Hollander)
  • The South Pole: A Book to Begin On (1968, as Lee Sebastian)
  • The Stolen Election: Tilden vs. Hayes, 1876 (as Lloyd Robinson)
  • Stormy Voyager (1968)
  • Mound-Builders of Ancient America (1968)
  • The Challenge of Climate: Man and His Environment (1969)
  • Clocks for the Ages: How Scientists Date the Past (1971)
  • Into Space: A Young Person's Guide to Space Exploration (1971)
  • To the Western Shore: Growth of the United States (1971)
  • John Muir, Prophet Among the Glaciers (1972)
  • The Realm of Prester John (1972)
  • The World Within the Ocean Wave (1972)
  • The World Within the Tide Pool (1972)
  • Drug Themes in Science Fiction (1974)
  • The Science Fiction Hall of Fame Volume One, 1929–1964

Links

2 comentários:

Clavis disse...

E eis aqui um dos meus autores de FC favoritos... Li tudo o que dele surgia nas livrarias...

Mário Nunes disse...

Pena que a Argonauta, a Caminho de Bolso e a Vampiro tenham praticamente saído dos escaparates...
Como referi e depois admiram-se que se leia muito pouco em Portugal.
Bons velhos tempos em que os livros da Argonauta eram vendidos nas livrarias e tabacaria, hoje só vinga o Harry Potter!
Autores como Philip K. Dick, Philip José Farmer, Clifford D. Simak, Robert A. Heinlein, Isaac Asimov, Ursula K. Le Guan, Marion Zimmer Bradley, Jean M. Auel, Arthur C. Clarke e muitos outros faziam as delicias dos apreciadores.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...