domingo, outubro 21, 2007

Iraque, Todos contra Todos

O recuo americano…

O Presidente dos EUA, George W. Bush, anunciou no passado mês de Setembro, o início da retirada.

Até ao Natal, 5.700 soldados voltarão a casa.

Até meados de Julho do próximo ano serão 21.500.

Será apenas um pequeno passo, pois estão no terreno cerca de 168.000 militares dos EUA.


Para muitos americanos é o desejado princípio do fim de uma negra aventura.


Mas, para muitos iraquianos pode ser o começo de uma era ainda pior.



A guerra está longe de terminar…


Turcos, Sírios, Iranianos, Israelitas, Árabes, Xiitas, Sunitas, Curdos, Russos, Ingleses e Americanos, há demasiados interesses em jogo…

Com petróleo a jorrar pelo meio…


Há o risco das forças militares no terreno, se virarem umas contra as outras, alianças anteriormente forjadas poderão cair em breve, num desabar das peças de dominó, que poderá consumir o Médio Oriente e o Mundo…


Iraque, da ditadura de Saddam, a baluarte da Al-Qaeda.


Cidade a cidade, bairro a bairro, casa a casa…


Os EUA falharam claramente ao desarmarem o exército iraquiano!


Depois seguiu-se o vazio absoluto…





Não se prepararam devidamente para o pós guerra, com o poder nas ruas, nas mãos das milícias sunitas e xiitas…

Sabemos como esta guerra começou, não sabemos como irá acabar!


A caixa de Pandora está aberta!


Texto – Mário Nunes

Fotos enviadas pelo amigo Alexandre


4 comentários:

ilídio macia disse...

Mário Nunes, muito obrigado.

Maputo-Moçambique

ilídio macia disse...

Mário Nunes, muito obrigado.

Maputo - Moçambique

Saramar disse...

Mario, boa noite.
Sore essa guerra, cuja motivação todos conhecemos, creio que a arrogância americana não previu a complexidade da cultura oriental muçulmana.
Foi assim que a antiga URSS não conseguiu vencer no Afeganistão (e nem os americanos conseguirão).
É assim que os americanos não conseguirão vencer no Iraque.
Claro que não sou admiradora dos talibãs ou outros radicais semelhantes, e tenho muita prevenção com relação às religiões que mais se parecem partidos políticos.
O que me dói demais é o sofrimento das pessoas, é o indíviduo, vítima do Estado e dos engodos políticos e religiosos.
O que me dói é o sangue e o choro das vítimas da ambição desmdedida de uns poucos assassinos bem vestido e enclausurados em seus chiquésimos gabinetes.

Perdão, por favor, se já chego assim em sua casa. É que hoje vi um filme sobre TImor Leste e fiquei muito chocada e emocionada.

beijos, boa semana para você.
P.S. Gostei muito do seu blog.

Madalena disse...

Triste,muito triste mesmo...
Dos meus olhos jorram lágrimas!
Um abraço.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...