segunda-feira, Abril 30, 2012

Brevemente, compostos químicos como alimento



O prémio Nobel da Química de 2010 Ei-Ichi Negishi afirmou no passado dia 23 de Abril, que a solução para a fome pode passar por um mecanismo químico de «reciclagem de dióxido de carbono» convertendo-o em comida, mas que ainda está longe de ser alcançado.
Ei-Ichi Negishi, químico japonês, de visita ao Laboratório Ibérico Internacional de Nanotecnologia (INL), em Braga, afirmou que «os líderes mundiais estão enganados quando querem erradicar o dióxido de carbono».
O Nobel de 2010 defendeu que se se pudesse converter o «odiado dióxido de carbono» em comida «o mundo tornar-se-ia muito mais sustentável».
Segundo Negishi, este processo «é possível» mas, adiantou, «ainda não se descobriu um modo economicamente viável» de o fazer.
Aliás, alertou, «ainda se está muito longe do conseguir».
O processo desejado existe, no entanto, na natureza, na fotossíntese.
«As plantas captam o dióxido de carbono da atmosfera e transformam-no em açúcar para crescerem», explanou.
Assim, defendeu, «se se conseguir fazer a fotossíntese de forma industrial poder-se-ia criar comida através deste processo químico».
Na verdade, disse, esta «transformação do dióxido de carbono em matéria orgânica comestível já foi alcançada» mas, explicou, «o custo não é viável» uma vez que utiliza metais como ouro, platina, paládio entre outros.
A solução é encontrar uma «forma de catálise» que faça o mesmo, mas «a um custo sustentável».
Como imagem, o cientista usou o sistema de catalisação dos automóveis que «transforma o monóxido de carbono, altamente poluente e prejudicial, em dióxido de carbono, menos poluente».
Só que, explanou, «o processo que tem que se descobrir é o oposto, reciclar dióxido de carbono, através de um processo de catálise, em compostos orgânicos comestíveis».
Em conclusão, o Nobel afirmou que «o dióxido de carbono é mau para o ambiente mas bem utilizado pode ser bom para a humanidade».

3 comentários:

voz a 0 db disse...

"o dióxido de carbono é mau para o ambiente mas bem utilizado pode ser bom para a humanidade"

Isto anda tudo a snifar... Então o CO2 é mau para o ambiente? Ainda bem que é o alimento dos seres vivos mais importantes do Planeta! E não, não somos nós, animais humanos...

De resto esta afirmação é fantástica e digna de um NOBEL! É "mau para o ambiente" mas se nós (parasitas) conseguirmos aproveitá-lo e fazendo LUCRO o podermos utilizá-lo então já pode existir e cada vez em maiores quantidades pois então já é "bom para a humanidade"...

Sim senhor... Com este tipo de pensamento altamente científico, digo, capitalista é que chegaremos lá mais depressa do que se pensa!

Mário Nunes disse...

Ambos conhecemos a importância do Dióxido de Carbono para as plantas e para todos os seres vivos, sem CO2 não haveria transformação da luz em compostos orgânicos (glicose), nem muito menos haveria fotossíntese.
Contudo estas foram as palavras de Ei-Ichi Negishi, químico japonês, de visita ao Laboratório Ibérico Internacional de Nanotecnologia (INL), em Braga, no passado dia 23 de Abril de 2012.
A Elite Mundial também tem diabolizado e erradamente, o CO2, perante a passividade da Comunidade Cientifica.
Sinais dos tempos ou realidade?
O que será que a multinacional alemã Bayer se prepara para produzir em breve e em larga escala senão alimentos artificiais?

Fada do bosque disse...

Olá Mário,
Como diz o Voz, anda tudo a snifar!

A Bayer é o "tentáculo" europeu da Monsanto, por isso nada de admirar!
Um abraço.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...