quarta-feira, Maio 02, 2012

1º de Maio foi do Pingo Doce


Enquanto milhares e milhares de pessoas enchiam as ruas de norte a sul de Portugal, nas manifestações do 1º de Maio – Dia Mundial do Trabalhador, exibindo o seu descontentamento face ao Desemprego que assola o país, a tanta austeridade e à crise que varre a Zona Euro e toda a EU.
Eis que subitamente, o Desgoverno e o Patronato tiraram um coelho da cartola, mas que coelho, numa jogada desesperada, uma das grandes superfícies de hipermercados portugueses – Pingo Doce, mandou às malvas, a Lei da Concorrência e os custos de produção, oferecendo tudo a metade do preço (a partir dos 100,00 € para cima, pagam metade) e no dia de ontem, foi umaa corrida a nível nacional, a todas as lojas deste grupo económico, esvaziando a data do seu conteúdo, as pessoas pareciam que estavam possuídas, de tanto quererem comprar, houve batalhas campais travadas dentro das lojas, os supermercados pareciam que tinham virado zona de guerra e as prateleiras ficaram vazias num instante. Tendo havido lojas que fecharam várias vezes para o stock ser reposto.
E assim aquilo que parecia um aviso claro ao governo, face aos milhares de pessoas que estavam na rua, passou para segundo plano, os noticiários abriram com as promoções mirabolantes do Pingo Doce e tudo parecia esquecido, crise, qual crise? 
Nesta era de desinformação, em que pelos vistos, tudo está subvertido e tudo vale para subverter a realidade.
Valores não os há e as pessoas cada vez mais se assemelham a carneiros à espera de serem chipados.

1 comentário:

Mário Nunes disse...

Passe a publicidade.
Em aditamento:
http://sicnoticias.sapo.pt/economia/2012/05/01/milhares-na-manifestacao-da-cgtp-do-porto-porque-os-trabalhadores-nao-sao-pecas-descartaveis
Assim se subverte a realidade.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...