domingo, outubro 03, 2010

Vem aí o Lobo!

Ameaças, crise e mais crise, rumores de guerra proliferam neste mundo vazio e caótico, sem esperança no amanhã. Os valores vão caindo um a um e a sociedade ameaça desmoronar-se como um castelo de cartas.

Não há como esconder, vivemos um fim de ciclo.

O fim da civilização ocidental, que indubitavelmente foi buscar inspiração às tradições judaico-cristãs.

É tempo de renovação.

Mas vive-se um clima de paz podre, paira qualquer coisa de muito pesado no ar, toda a gente já se apercebeu disso.

Enquanto isso, procuram-nos escravizar ao dinheiro, aos bancos, a um mundo sem sentido.

Os Governos fizeram letra morta de leis e condutas instituídas nos últimos duzentos anos. Correram a apoiar os Bancos, agora, as instituições bancárias, o mercado, os especuladores financeiros e os agiotas que agem na sombra, desde a noite dos tempos ameaçam tirar o tapete aos velhos estados nação (a lição já estava há muito estudada pelos pedreiros livres).

Os políticos de hoje são autênticas marionetas dos senhores do mundo, que tudo manipulam (na sombra), buscando uma Nova Ordem Mundial, que nos querem impor a todos.

Você ainda acredita em eleições e num mundo livre?

Depois de inúmeras ameaças, o espectro do terror estende-se agora à Europa Ocidental, está em curso mais uma Operação Falsa Bandeira, vem aí de novo, a Al-Qaeda…

Enquanto isso por cá, a Policia prepara-se para a Guerra, admitindo novos elementos nos GOE e comprando blindados, como se fosse para a guerra ou será para impor a Lei Marcial? Ou será para receber Obama?

Quem falou em Crise?

A crise só existe para a Classe Média!

4 comentários:

Desperta Portugal disse...

Muito Bom Mario!

Receber o obama é só a desculpa para o investimento nos blindados, nós pagamos para a policia protegê-los e para nos policiar a nós.

Max disse...

Pois Mário: tiraste uma fotografia da actual situação. E saiu mesmo bem.

Acho que bem individuaste duas tendências: dum lado o fim das sociedade ocidental tal como foi concebida nos últimos 2.000 anos (acabou a própria função e encontra-se desactualizada); doutro lado a tentativa de substituir os valores abstractos por algo de muito mais concreto (o dinheiro) mas vazio.

Nestes dias a comunicação é dominada por palavras como deficit, manobras correctivas, bancos, títulos de estado, economia, finança. Todas têm um denominador comum: o dinheiro. Parece não existir nada mais e tudo roda à volta disso.

Mas se retiramos a camada dourada das moedas, podemos ver que debaixo há outra palavra: controle.

Então fazem sentidos até os supostos atentados de Al-Qaeda, os blindados, as palavras de Durão Barroso, as gripes pandémicas, as violências nas manifestações e tudo o resto...

Um abraço!

astroquack disse...

...e ainda metem músicas fatelas na rádio a gozar com quem busca a verdade, como o caso dos Muse, já ouviram? "The Uprising". Até deram uma entrevista ao "falso profeta" Alex Jones! É de morrer a rir! As ovelhoas nunca acordarão!

Skedsen disse...

A crise só existe para quem trabalha. Essa é a grande verdade. Para quem não trabalha ou não quer trabalhar, melhor dizendo, tudo está bem. Dinheiro para umas cervejas, para uns cigarros ou para outras coisas piores, estes t~em direito, e os que trabalham descontam e pagam impostos, não t~em direitos, paga-se para não ter e obrigatório. Só mesmo num mundo de merda como este é que isto acontece. Mas preparem-se que brevemente isto vai estoirar, e vai ser a sério.....

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...