terça-feira, fevereiro 09, 2010

Lugares Estranhos - Aeroporto Internacional de Denver

Meus amigos, o prometido é devido, conforme tinha referido no post sobre Jesse Ventura, a Teoria da Conspiração e 2012, iria voltar ao assunto e desta vez para vos falar sobre um local bem bizarro evocado no documentário, mais precisamente, o novo Aeroporto de Denver, ele existe e é bem real…

Após pesquisas e citando mais um site digno de ser visitado e mencionado aos quatro ventos:

http://www.vilammo.com/forum/Locais-Bizarros-Aeroporto-Internacional-de-Denver-t54584.html

Imaginem que existe um cavalo apocalíptico com olhos vermelhos brilhantes dando as boas vindas aos visitantes… E que proliferam pelo Aeroporto inúmeros murais com pesadelos (!)

O novel aeroporto deveria ser sugerido ao escritor Dan Brown, como o local para o seu próximo livro, até apresenta palavras estranhas e símbolos embutidos no chão, parece anedota, mas até as Gárgulas se encontram sentadas em malas(!)

Qual a simbologia disto tudo?

A Pista apresenta-se em formato de suástica Nazi… Isto para não falarmos dos túneis intermináveis que se situam debaixo do aeroporto.

Há quem fale numa cidade secreta…

Das duas uma ou o Aeroporto Internacional de Denver é um hino ao mau gosto e a Satanás ou algo de muito inquietante se avizinha.

Existem tantas irregularidades no DIA (Aeroporto Internacional de Denver), que um livro grande daria para ser escrito sobre o assunto. As instalações e a arte exposta levam muitos observadores a acreditar que o DIA é muito mais que um aeroporto: é literalmente uma catedral New-Age, carregada de símbolos ocultos e referências a sociedades secretas. A arte no DIA não é uma junção de escolhas estranhas feitas por pessoas com mal gosto, como muitas pessoas pensam. É uma colecção coesa de peças simbólicas que reflectem a filosofia, as crenças e os objectivos de uma elite global. O DIA é o maior aeroporto dos Estados Unidos e custou mais de 4,8 bilhões de dólares. Tudo em relação à esse aeroporto foi meticulosamente planeado e tudo está lá por uma razão.

O aeroporto foi construído em 1995 em 137.000 km². A sua construção forçou o encerramento do Aeroporto Internacional de Stapleton, embora este tivesse mais mangas e pistas do que o novo aeroporto. O custo inicial da obra era de 1.7 biliões de dólares mas o projecto final elevou a conta para 4.8 biliões de dólares: 3.1 biliões de dólares acima do orçamento. Inúmeras irregularidades foram relatadas em relação ao local de construção:

- Diferentes empresas foram contratadas para diferentes partes do aeroporto. Todos foram demitidos imediatamente após a conclusão de cada trabalho. Isso leva os observadores a acreditar que foi uma estratégia para se ter certeza de que ninguém tinha uma ideia completa do projecto.

- 84 Milhões de metros cúbicos de terra foram removidos, muito mais do que o normal necessário. Isso levantou suspeitas da construção ser feita subterrânea.

- 8.500 km de fibra óptica foram instalados para comunicações (por comparação, os EUA de costa a costa tem 4.800km).

- Sistema de abastecimento que pode injectar 4.500 litros de combustível por minuto. Esse montante é totalmente absurdo para um aeroporto comercial.

- Granito importado do mundo todo, mesmo que o projecto já estivesse muito acima do orçamento.

- Construção de um imenso sistema de túneis (camiões podem circular nele) e comboios subterrâneos. Muitos destes não estão sendo utilizados no momento.


Uma análise dos dados disponíveis me faz chegar a pelo menos uma conclusão: essa estrutura gigante eventualmente se tornará muito mais do que um aeroporto comercial comum. Ele tem capacidade para lidar com um grande montante de pessoas e veículos, levando os observadores a pensar que a estrutura possa ser usada como base militar e outras coisas até mesmo como campo de concentração civil num futuro próximo.



1 comentário:

astroquack disse...

Não tinha conhecimento disto...é brutal.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...