terça-feira, outubro 06, 2009

Protestos em Bruxelas

Leite, ovos, castanhas, feno e excrementos de vaca foram arremessados por agricultores franceses, alemães, belgas, holandeses e austríacos contra a Polícia, que protegia o edifício onde decorria a reunião dos Ministros da Agricultura da UE, em causa estavam os preços do leite, pagos aos produtores, o bolo todo vai para os intermediários e as grandes cadeias de supermercados, os agricultores desesperam, enquanto os Patrões prosperam…

Isto vi eu na TV.


«Ruas e túneis da cidade de Bruxelas foram bloqueados por produtores de leite que abandonaram centenas de tractores nas faixas de rodagem em protesto contra a queda desenfreada dos preços do leite na quinta-feira.


Por volta de cem agricultores (na maioria de nacionalidade alemã), e uma centena de polícias anti-motim, reuniram-se a poucas dezenas de metros do edifício onde os líderes da UE estavam reunidos em cimeira, declararam os agricultores à AFP.


Ao longo do dia, uma dúzia de tractores equipados com pás avançaram até às barreiras montadas pela polícia. As forças policiais tinham como reforço três camiões equipados com canhões de água e dois veículos especiais para deter qualquer tipo de aproximação do edifício por parte dos agricultores.


As ruas com ligação ao quarteirão das instituições europeias foram completamente fechadas à circulação automóvel, uma situação que já é comum para os belgas um vez que foi decidido no início da década de 2000 que a zona seria fechada para o tráfego quatro vezes por ano.


Muitos automobilistas ficaram retidos em certas estradas e nas saídas das auto-estradas, afirmou a polícia federal belga. A praça “Montgomery” e os túneis circundantes, no leste da cidade, ficaram completamente congestionados por tractores agrícolas que foram deixados no meio das faixas de rodagem e abandonados pelos seus condutores, referiu um jornalista da AFP.

De acordo com a federação europeia dos produtores de leite, desde quinta-feira, já se encontram cerca de mil tractores nas faixas de rodagem da cidade e existem cerca de 2 mil manifestantes, que acamparam num parque na noite de quinta para sexta. A polícia usufrui de 700 tractores ao seu serviço.



Confrontados com uma queda acentuada nos preços do leite, os agricultores exigem uma redução das quotas e um preço estável de 40 cêntimos por litro de leite – contra o preço actual de 20 cêntimos.



Os líderes europeus reunidos na cimeira, devem incentivar a Comissão Europeia a propor algumas “fórmulas para estabilizar” os preços do leite até Setembro 2010, declarou também a agencia AFP.»


Isto, segundo o Público em:

http://ultimahora.publico.clix.pt/noticia.aspx?id=1387576



Bruxelas foi ontem a capital europeia dos protestos contra a subida do preço dos combustíveis e do nível de vida. Em três manifestações isoladas, agricultores, camionistas e taxistas belgas desfilaram no centro da cidade.

Os agricultores denunciam a forma como o aumento dos preços dos produtos alimentares não beneficiaram o sector, exigindo à União Europeia que mantenha a Política Agrícola Comum.

Camionistas e taxistas exigem, por seu lado, a redução do imposto de IVA sobre os combustíveis de 21% para 6%, uma exigência recusada pelo governo belga.

Um camionista resume assim a situação: “é cada vez mais difícil viver deste trabalho. Os gastos com o gasóleo representam 40% dos rendimentos mensais. Os salários não aumentam, é difícil comprar novos veículos e evitar que os empregados abandonem a empresa. Tudo isto faz com que a situação seja cada vez mais difícil”.

No centro da cidade e numa acção simbólica, os agricultores distribuíram fruta aos transeuntes para protestar contra a subida dos preços da grande distribuição que não beneficia o sector.

O primeiro-ministro e a ministra da Agricultura belga, presentes na concentração, garantiram que vão convocar os intermediários para analisar as razões da subida dos preços.

Yves Leterme afirmou que, “os agricultores têm direito a ser melhor pagos pelos seus produtos, em especial porque precisam de mais dinheiro para fazer face à subida generalizada dos preços”.

Face às manifestações, a polícia bloqueou o bairro das instituições europeias. Os protestos contra a subida dos preços deverão, no entanto, dominar as discussões do Conselho Europeu de amanhã e sexta-feira em Bruxelas.



1 comentário:

Adriano Crivelli disse...

Isso é muito bom! Tá aí uma coisa que eu adoraria fazer, jogar bosta em frente a um prédio público com runião de medalhões!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...