sábado, abril 10, 2010

Última Hora: Presidente Polaco Lech Kaczinski morre em acidente de aviação misterioso

«Moscovo, 10 de Abril de 2010 (Lusa) - O avião onde seguia o Presidente da Polónia e que se despenhou hoje ao aterrar no aeroporto de Smolensk matou as 132 pessoas que viajavam a bordo, disse Serguei Markin, porta-voz do Serviço de Investigação da Procuradoria Geral da Rússia.

Segundo este responsável, não sobreviveu nenhuma das 132 pessoas que viajavam a caminho das cerimónias fúnebres em memória das vítimas da matança de Katyn, em 1941.

"Estão a realizar-se as primeiras investigações. O número de mortos será precisado", acrescentou.

O avião que transportava o Presidente da Polónia, Lech Kaczinski, despenhou-se ao aterrar no aeroporto de Smolensk, às 10 horas e 56 minutos (07 horas e 56 minutos em Portugal Continental).

O avião, um Tupolev-154 que fazia a ligação entre Varsóvia e Smolensk, despenhou-se nos arredores da cidade, de acordo com Irina Andrianova, porta-voz do Ministério para Situações de Emergência.» Segundo, a Lusa, agência noticiosa portuguesa

A queda do avião parece ter sido provocada por um erro da tripulação, noticia a agência Ria-Novosti, citando uma fonte das forças de segurança do Círculo Federal Central da Rússia, onde se encontra o local da tragédia.

Segundo a imprensa polaca, no avião, além do Presidente Kaczinsk e da esposa, voavam altos funcionários polacos, nomeadamente o vice-presidente do Parlamento, o chefe dos Serviços Nacionais de Segurança, o dirigente da Casa Civil do Presidente, os vice-ministro dos Negócios Estrangeiros e vice-chefe do Estado Maior das Forças Armadas da Polónia, o presidente do Banco Central e pelo menos cinco deputados.

No aparelho viajavam igualmente Richrad Kaczorowski, último Presidente da Polónia no exílio, o director do Instituto da Memória Nacional da Polónia, Ianus Kurtyk.

O Presidente da Rússia, Dmitri Medvedev, anunciou a criação de uma Comissão para investigar as causas da queda do avião que transportava o Presidente polaco, Lech Kaczinski e mais 86 pessoas.

Segundo um porta-voz do Kremlin, a Comissão será dirigida pelo primeiro-ministro russo, Vladimir Putin.

Medvedev enviou também para o local do acidente Serguei Choigu, ministro para Situações de Emergência da Rússia.

Segundo Serguei Markin, porta-voz do Serviço de Investigação da Procuradoria Geral da Rússia, o avião transportava 132 pessoas, não tendo sobrevivido ninguém à catástrofe.

“Estão a realizar-se as primeiras investigações. O número de mortos será precisado”, acrescentou.

Porém, o Ministério para Situações de Emergência da Rússia e o Governador de Smolensk afirmam que o avião transportava 96 passageiros e membros da tripulação.

Fonte: Da Rússia

Comentário meu: Recorde-se que o Presidente da Polónia, Lech Kaczinski foi um dos últimos entraves à assinatura do Tratado de Lisboa e um opositor feroz da União Europeia…

Mistério…




5 comentários:

carmo linhares disse...

Uma repetição de Camarate...quem incomoda, tirasse do caminho! Nada mais a dizer...

Mário Nunes disse...

Em jeito de aditamento, o avião tentou por quatro vezes fazer-se à pista em Smolensk, até bater numa copa duma árvore.
Já há histórias contraditórias, desde uma explosão, sinais de fumo, tudo negado, logo a seguir.
Contudo, os controladores de tráfego aéreo da Bielorússia terão avisado o avião presidencial polaco, do mau tempo, do nevoeiro intenso, tendo-lhe dado ordem de aterrar em Minsk, mesmo assim o avião seguiu viagem rumo a Smolensk.
Para além disso recorde-se que o presidente polaco era um acérrimo adversário do Tratado de Lisboa e da União Europeia. Recordo-me aquando da Cimeira de Lisboa que este foi desacreditado pela imprensa portuguesa e pelos jornais ocidentais, que o acusaram de conservador e chauvinista em relação a diversas posições que este tomou muito bem contra os homossexuais, o aborto e em defesa da família.
Na Polónia era visto como um patriota.
A família do Presidente polaco esteve na linha da frente na luta contra os nazis e em defesa da liberdade.
A Polónia neste momento tinha condições para se tornar num grande estado na UE. Se calhar Bruxelas não veria com bons olhos a aproximação a Moscovo.
A quem interessará a decapitação da cabeça do Estado Polaco?
Esta pergunta fica por responder...

Tia disse...

Caro sobrinho
Eventualmente terá começado a III Guerra Mundial, que Deus nos acuda.
Afectuosamente.

Mário Nunes disse...

Em aditamento a esta notícia:
Segundo autoridades militares russas, o piloto que seguia no avião que caiu esta manhã perto de Smolensk, a oeste da Rússia não terá respeitado as ordens do controlo de tráfego aéreo que terá ordenado que a aterragem fosse interrompida.
De acordo com a agência Interfax, o piloto do avião que caiu este sábado, na Rússia onde o Presidente da Polónia morreu juntamente com outras 95 pessoas, terá ignorado várias ordens do controlo russo de tráfego aéreo para não aterrar.

"A uma distância de 2,5km, o centro de controlo de tráfego aéreo percebeu que a tripulação tinha aumentado a velocidade de descida", disse o vice-presidente da Aeronautica russa, Alexander Alyshin.

Uma das caixas negras do aparelho já foi encontrada no local do acidente mas até ao momento não há ainda dados sobre a investigação. O avião Tupolev-154 caiu na floresta ao tentar aterrar perto do aeroporto de Smolensk.

CARLOS DANIEL disse...

Esse avião foi derrubado por armamento escalar instalado em satélites, o Governo da Polônia era uma pedra no sapato dos "illuminatis", foi contra a vacinação do H1N1 entre outros, isso foi queima de arquivo, pois o Presidente Polaco descobriu a intenção dos mesmos em reduzir a população mundial, e quando estava prestes a revelar a maracutáia dos "Illuminatis", usaram ondas eletromagnéticas para apagar todos os instrumentos eletrônicos do avião levando-o ao chão. É lamentável...

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...